domingo, 27 de março de 2011

Pastor Wagner Gaby é eleito Pastor Presidente da AD em Curitiba



Pastor Wagner Gaby é eleito presidente da Assembléia de Deus em Curitiba, com 3.805 votos. Um marco na história da AD, onde os membros, através de votação, escolheram seu novo pastor.

À Deus seja glória!

FONTE:Blog do Pr Eliel Gaby

sexta-feira, 25 de março de 2011

LIÇÃO 13 - PAULO TESTIFICA DE CRISTO EM ROMA, 1° TRIMESTRE/2011

PAULO TESTIFICA DE CRISTO EM ROMA. Subsídio para Lição Bíblica - 1º Trimestre/2011

Penso ser interessante para o professor da EBD, num primeiro momento, trazer para o seu aluno um pouco da história de Roma. As informações desta primeira parte deste subsídio foram tiradas da Wikipédia (Roma Antiga. Disponível em http://wikipedia.org. Acesso em 22/03/2011). O uso de um mapa da viagem de Paulo a Roma se torna um recurso didático necessário para essa lição.

ROMA ANTIGA

A
 Roma Antiga foi uma civilização que se desenvolveu a partir dacidade-Estado de Roma, fundada na península Itálica durante oséculo VIII a.C. [1].
 Durante os seus doze séculos de existência, a civilização romana transitou da monarquia para uma república oligárquica até se tornar um vasto impérioque dominou a Europa Ocidental e ao redor de todo o mar Mediterrâneo através daconquista e assimilação cultural. No entanto, um rol de fatores sócio-políticos iria agravando o seu declínio, e o império seria dividido em dois. A metade ocidental, onde estavam incluídas a Hispânia, a Gália e a Itália, entrou em colapso definitivo no século V e deu origem a vários reinos independentes; a metade oriental, governada a partir deConstantinopla passou a ser referida como Império Bizantino a partir de 476 d.C., data tradicional da queda de Roma e aproveitada pela historiografia para demarcar o início daIdade Média.

AS PROVÁVEIS ORIGENS DO NOME "ROMA"
etimologia do nome da cidade é incerta, e são várias as teorias que nos chegam deste a Antiguidade. A menos provável indica-nos que derivaria da palavra grega Ρώμη (Róme), que significa "bravura", "coragem". Mais provável é a ligação co
m a raiz *rum-, "seios", com possível referência a umaloba (em latimlupa) que teria adotado os gêmeos Rómulo e Remo que, segundo se pensa, seriam descendentes dos povos de Lavínio. Rómulo mataria o seu irmão e fundaria Roma.Continue aprendendo...Blog Pr Altair Germano

sexta-feira, 18 de março de 2011

LIÇÃO 12 - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO - 1º Trimestre/2011

AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO. Subsídio para Lição Bíblica 1º Trimestre/2011

Nesta 12ª Lição, que trata sobre as viagens missionárias de Paulo, devido a grandeza e extensão das mesmas (precisaríamos de um trimestre inteiro para estudá-las com maior profundidade e detalhes), me deterei em extrair lições práticas de alguns eventos.

COMISSIONADOS PELO ESPÍRITO SANTO 
"Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre. " (Atos 13.1-4)

A chamada de Paulo e Barnabé para a obra missionária é um grande referencial para nós na atualidade. Observemos alguns princípios:Continue aprendendo...Blog Pr Altair Germano

sábado, 12 de março de 2011

LIÇÃO 11 - O PRIMEIRO CONCÍLIO DA IGREJA DE CRISTO - 1º TRIMESTRE 2011

O PRIMEIRO CONCÍLIO DA IGREJA DE CRISTO. Subsídio para Lição Bíblica - 1º Trimestre/2011

Lição 11 - 1º Trimestre de 2011
Texto Bíblico: Atos 15.6-12
Texto Áureo: Atos 15.28, 29
O QUE É UM CONCÍLIO?

Como bem definiu o pastor Claudionor de Andrade em seu Dicionário Teológico (CPAD, 1998, p. 88), um concílio é uma:

[...] reunião convocada pelos representantes de uma igreja para deliberar acerca de uma linha de ação comum e pugnar pela ortodoxia doutrinária. Em qualquer concílio eclesiástico, a Palavra de Deus deve ter em tudo a primazia. Caso contrário: o primado humano sufocará e acabará por extinguir a influência do Espírito Santo.

Na lição Bíblica 11 da CPAD, p. 79, a definição dada pelo mesmo autor ficou assim: "O concílio, por conseguinte, é uma reunião de representantes da Igreja, cujo objetivo é deliberar acerca da fé, doutrina, costumes e disciplina eclesiática".

Nestas duas definições, me chama a atenção um pequeno detalhe. Na primeira, concílio é uma reunião "convocada pelos representantes de uma igreja", enquanto na segunda, é uma reunião "de representantes". As duas definições se complementam.

No meio assembleiano o termo "concílio" não é utilizado. Geralmente se usa "assembleia ordinária" ou "assembleia extraordinária", e geralmente contempla apenas uma parte da liderança da igreja.

O CONCÍLIO NA PERSPECTIVA NEOTESTAMENTÁRIA

Na perspectiva do Novo Testamento, a questão que gostaria de levantar é: Quem são estes representantes? Na página 80 da Lição Bíblica, o pastor Claudionor de Andrade faz menção de três ocasiões onde os apóstolos se reuniram para decidir sobre algumas pendências na comunidade cristã. São elas, a eleição de Matias (At 1:12-26), a instituição do diaconato (At 6:1-15; e a decisão acerca das imposições dos judaizantes sobre os crentes gentios (At 15:6-30). Observemos algumas passagens dentro daquilo que quero inicialmente levantar:Continue aprendendo... Blog Pr Altair Germano

terça-feira, 8 de março de 2011

8 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

          Homenagem a minha esposa Luciene, e a todas as mulheres pela seu dia, Parabéns!
        

ONDE ESTÁ O EVANGELHO DA CRUZ?

                          
 “Pelo que também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e     preciosa: e quem nela crer não será confundido.”  I Pe 2:6


Nos nossos dias temos ouvindo um novo evangelho, onde a pregação central não é mais o arrependimento que João e Jesus pregavam e posteriormente os apóstolos, a mensagem central já não é mais Cristocênica, é verdade que o evangelho tem se filtrado em todas as camadas da sociedade, artistas aceitam Jesus, mais querem viver a vida da mesma forma, sem nenhuma  transformação, não falo de trabalho porem de comportamento, pousam para revistas masculina, fazem filmes para adultos, bebem, se drogam.

 As novas igrejas estão cheias deste tipo de crente. Hoje descaradamente se prega um falso evangelho, o da facilidade e prosperidade, mas não pregam a salvação em Jesus Cristo. para estes o importante são as doações para “o reino de deus” a ganância eclesiástica, a busca pelo poder, fazem do culto um show onde o emocionalismo é perene, o convidado é levado a doar até o ultimo centavo ou mesmo objeto pessoal tudo isto com a promessa de cura, restauração de casamento, emprego, melhoria financeira e multiplicação de doação, fazem da oferta voluntária um jogo de loteria onde a promessa é quanto mais se dar, mais se recebe.

 Mas não foi esse evangelho que o apostolo Paulo pregavaMas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema" Gl 1:8. E qual era o evangelho que Paulo e demais apóstolos pregavam? Era um evangelho simples da cruz, da ressurreição de Jesus, arrependimento e salvação para todo aquele que crer.
Na carta aos filipenses 3:17-20 Paulo diz: “Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim anda. Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. O fim deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles é para confusão deles mesmos, que só pensam nas coisas terrenas. Mas a nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.”

"Inimigos da cruz de Cristo" são aqueles que corrompem o evangelho com falsos ensinos e vive uma vida imoral, é lamentável que a palavra de Deus seja pregada e interpretada conforme o interesse do pregador. Os neo-pentecostais e grandes pregadores não pregam o arrependimento e salvação, parece não se incomodar da condições miseráveis que se encontra o homem sem Deus, os crentes estão adormecidos com uma nova onde de promessas de bênçãos e vitórias e mudança de status social, até mesmo nas igrejas pentecostais tradicionais aos poucos temos notado que as pregações de domingo já não são como no passado, os pregadores leigos influenciados pelos tele-pregadores, imitando-os com gesto e bordões “olhe para seu irmão” “socote o seu irmão” “segure o anjo meu irmão” e dizem ver anjos voando sobre a igreja.  Deixam de aproveitar o precioso tempo de levar um evangelho simples de regeneração, preferindo “alegrar” a igreja. Esqueceram do evangelho da cruz, do sofrimento e missão de Jesus e o por quê da sua paixão e morte.

Vivem hoje como fossem viver uma vida terrena eterna, serve a um Deus onde o desejo do ser humano tem que ser obedecido, um Deus marionete, um Deus escravo. O apostolo Pedro escreveu em sua carta: “E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita”. 2º Pe 2:3. Me recuso a aceitar e viver esse falso evangelho pregado por alguns, prosperidade sim como está escrito: “Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça e essas coisas vos serão acrescentada”mt 6:33. “Essas coisas” no texto  entendemos que é a verdadeira prosperidade material, ela não deve ser o principal objetivo na vida do crente, mas sim a consequência na vida do crente. Quem está alicerçada na pedra de esquina, jamais será confundido.

Clube de um milhão de almas, oferta de mil reais não levará o homem até Deus, não demorará muito tempo e logo algum espertalhão venderá um pedacinho do paraíso a prestação, para que qualquer interessado possa adquirir sem precisar fazer qualquer renuncia na vida terrena, tentando  assim aniquilar o preço pago da salvação, preço de sangue, derramado na cruz do Calvário por minha vida e pela sua. Fiquem na paz de Cristo Jesus!

Bibliografia:
Bíblia de estudo pentecostal
revista e corrigida ed 1995

quinta-feira, 3 de março de 2011

LIÇÃO 10 - O EVANGELHO PROPAGA-SE ENTRE OS GENTIOS. - 1º Trimestre/2011

O EVANGELHO PROPAGA-SE ENTRE OS GENTIOS. Subsídio para Lição Bíblica da CPAD - 1º Trimestre/2011

No Antigo Testamento o termo "gentio" origina-se do hebraicogoyim, que significa "nações" ou "estrangeiros". Encontramos esse termo em passagens como: Gn 10:5; Jz 4:3; Is 11:10; Jr 4:7; Lm 2:9; Ez 4:13; Os 8:8, etc.

No Novo Testamento, os substantivos gregos ethnos e hellensão traduzidos por "gentios":

ethnos: esse termo transmite a ideia de "multidão de pessoas da mesma natureza ou gênero; nação, povo". Conforme Vine (2003, p. 673), é utilizado no singular, acerca dos judeus, quando então é traduzido por "nação" (Lc 7:5; 23:2; Jo 11:48, 50-52); no plural, acerca de nações não judaicas (Mt 4:15; Rm 3:29; 11:11; 15:10; Gl 2:8); circunstanciamente, é empregado também para ser referir aos convertidos gentios em distinção dos judeus (Rm 11:13; 16:4; Gl 2:12, 14; Ef 3:1);

hellen: originalmente foi utilizado acerca dos primeiros descendentes da Heliéia Tessália; mais tarde passou a indicar os gregos em oposição aos bárbaros (Rm 1:14). É usado também em relação aos gentios que falavam o idioma grego (Gl 2:3; 3:28).

ASPECTOS DO PLANO DE DEUS PARA OS GENTIOS REVELADO NO ANTIGO TESTAMENTO

A palavra "gentios" ou "nações", foi primeiramente aplicada sem distinção para as divisões entre os descendentes de Sem, Cam e Jafé (Gn 10:5, 20, 31)continue aprendendo... Blog Pr Altair Germano.